sábado, 16 de outubro de 2010

On 13:55 by Alfredo Manhães in ,    5 comentários
Pular Carniça era uma brincadeira muito difundida no Brasil, tendo sido imortalizada pelas mãos de Candido Portinari.

Candido Portinari - Meninos Pulando Carniça (1957)

Nessa brincadeira uma criança fica abaixada com as mãos nos joelhos (ela é a carniça) enquanto as outras formam uma fila. A primeira da fila corre e pula a carniça, seguida das outras. Depois as crianças vão revezando na carniça para que todos participem. Algumas variações incluem um chefe que escolhe um entre seus comandados para ser a carniça. Na hora de pular , o chefe utiliza algumas expressões na brincadeira como "Eu bato e ninguém bate" ou "Eu bato e todo mundo bate" dentre outras.

Quem fica na carniça pode fazer algum movimento inusitado como elevar-se ou abaixar-se e então, que estiver pulando pode levar um grande tombo, coisa normal entre a garotada.

É uma brincadeira que deixa muita saudade. E você, lembra dela?

5 comentários:

Maria Francisca disse...

Lembro sim de pula carniça. Belo momento da infância brasileira eternizada pelo Portinari.

Anônimo disse...

Alfredo, adorei a ideia de mostrar brincadeiras por meio de obras de arte!!!

São duas coisas que me encantam: o brincar e admirar a arte.

Sugiro outros nomes para ampliar este assunto: Tarsila do Amaral, Pieter Brugel são "clássicos" assim como Portinari.

Mais uma vez Parabéns! Pelo bom gosto e pela bela associação de ideias!!!

Com carinho, Márcia Manhães

Alfredo Manhães disse...

Oi Márcia. Em breve teremos outras brincadeiras ilustradas por obras de grandes pintores...aguarde!
Abraços.

Jayro disse...

Dessa eu me lembro. Nossa, era a minha favorita, principalmente porque era sempre o chefe... Espora de galo, pastelão quente, unhas de gavião, cada macaco no seu galho... Muito bom! A gente judiava muita da molecada.

Alfredo Manhães disse...

Olá Jayro, coitada da molecada...rs.
São recordações muito gostosas de uma época inesquecível. Grato pela visita.
Abs.