Clube do Capitão Aza

Quem foi criança nos anos 60/70 deve lembrar dessas palavras:

"Alô, alô Sumaré! Alô, alô Embratel! Alô, alô Intelsat 3! Alô, alô criançada do meu Brasil!, aqui quem fala é o Capitão Aza, comandante e chefe das forças armadas infantis deste Brasil."

Entrava no ar pela Rede Tupi, canal 6, o Clube do Capitão Aza, apresentado pelo ator Wilson Viana. O programa foi criado em 1966 como concorrente do Capitão Furacão (Rede Globo) e ficou durante 14 anos animando as tardes da garotada. O nome do programa era uma homenagem ao capitão aviador Adalberto Azambuja (AZA), piloto da FAB que voou na 2a Guerra Mundial.


O programa era conduzido com palavras que valorizavam os estudos, as boas maneiras, o respeito aos mais velhos e o bom comportamento das crianças. Era uma época em que programas infantis não eram feitos para vender mochila, laptop, tênis e outros objetos "descartáveis", como os exibidos atualmente.


O Capitão chamava os desenhos e séries de uma forma muito peculiar (lembram?):
"Atenção emissoras componentes da Rede Tupi de televisão, aqui fala o Capitão Aza. Alô, alô Fantomas, atenção Fantomas, aonde quer que você se encontre, Capitão Aza chamando, câmbio!"


Aliás, quantas séries e desenhos pudemos assistir todas as tardes, num gostoso clima de encantamento e aventura.

(clique na imagem para ampliar)


Acompanhe a letra de Sideral, uma das músicas do programa:


Sideral
(Letra de Durval Ferreira, Tibério Gaspar E Wangir Granthon)

Hello universe, hello Houston, hello Brasil
Your attention please,
This is Capitão Aza calling,
Flying to the moon,
as take five, four, three, two, one zero, roger!!!

Comandando uma astronave
Rasgando o céu
Vou pisando em estrelas, constelações
Deixo longe o mundo aflito e a bomba H
Corpo livre no infinito eu vou
Na estrada do sol.

Traço rumo do meus passos na solidão
Ganho espaços nas revistas, televisões
Mas os homens se destroem
Nas guerras vãs
E vão no pó dos sonhos, ah
Em nome do amor

Eu vou colorindo de vermelho
Este céu azul
Minha nave é um espelho
Rebrilha o sol
Pela trilha da esperança
Cantando o amor e a paz
Eu vou cantando o amor e a paz
(Bis)

Ele foi tema de histórias em quadrinhos nos anos 70, nas páginas da revista O Cruzeiro Infantil, onde lutava contra malfeitores que ameaçavam as riquezas de nosso território.

E agora, por onde anda nosso velho amigo? Alô, alô Capitão Aza, aonde quer que você se encontre, crianças (no coração) do Brasil chamando, câmbio!



Em 2003, aos 75 anos, nosso querido Capitão Aza deixou a Terra para uma importante missão no espaço sideral. Essa é uma modesta homenagem do blog a alguém que trouxe alegria para milhares de crianças espalhadas pelo Brasil afora, deixando muita saudade em nossos corações!

"Alô, alô Sumaré! Alô, alô Embratel! Alô, alô Intelsat 3! Alô, alô criançada do meu Brasil!, aqui quem fala é o Capitão Aza, comandante e chefe das forças armadas infantis deste Brasil."

2 comentários

José Marques Neto disse...

Lembrar do nosso Capitão Aza é emocionar-se.
O mundo era menor mas a gente era mais feliz.

Alfredo Manhães disse...

Oi José Marques, é difícil não se emocionar com essas imagens do Capitão Aza. Parabéns ao Mofo TV e obrigado pela visita.
Abracão.

Imagens de tema por MadCircles. Tecnologia do Blogger.